quinta-feira, 1 de junho de 2017

Charity shops

British people love charity shops. It's part of their culture.  Where I live there are many. These photos I took this morning are an example of what you can find inside of them. Simply put, a charity shop is a place where many goods (mercadorias) are sold to the public in order to help the charity they represent. All the goods sold are donated by the public. The population donates the items they don't want any more and the shop sells it. The majority of the items sold there are second hand, but some people donate things that are brand new and still with tags. The prices are very attractive and it is important to say that English people have no prejudice when it comes to buying second hand stuff, quite the opposite. They know that buying those second hand products will in fact help the charity of their choice. One of this shops that I photographed this morning represents the RSPCA. This one in particular use the money received to help animals in need. There are many kinds of charities and different focus out there, like cancer research, heart foundation, old people's home, hospices and many more. Another interesting point to mention is that the people that work inside the shop selling the items are usually volunteers.


*******************************************


Os britânicos adoram as loja de caridade. Elas fazem parte da cultura deles. Onde eu moro existem muitas e as fotos que eu tirei hoje de manhã são uma demonstração das muitas coisas que podem ser encontradas por lá. Mas o que é uma loja de caridade? Simplesmente é uma loja onde os produtos lá vendidos vêm todos de doações feitas pela população, que doa na sua maioria mercadorias já usadas, mas algumas vezes também produtos nunca antes usados e ainda com a etiqueta. A renda é toda revertida para a entidade que eles representam, sejam  os lares de velhinhos, pesquisa contra o câncer ou problemas de coração, casas de repouso e etc. Esta da primeira foto a RSPCA representa uma entidade de caridade com os animais abandonados e que sofrem maus tratos. Os ingleses nao tem nenhum preconceito em comprar coisas de segunda mão. Muito pelo contrário, eles sabem que o dinheiro vai para a entidade que eles querem ajudar, e o preço é muito atrativo. Outro ponto importante a mencionar é que a maioria das pessoas que lá trabalham são voluntários.